Vessants

arqueologia i cultura SL



ESTUDOS DE IMPACTE AMBIENTAL

 

A realização de projectos industriais, parques eólicos, linhas de transmissão eléctrica, pântanos, ruas e outras obras de construção civil podem colocar em risco possíveis elementos de carácter arqueológico. Torna-se, por isso, imprescindível o recurso a estudos prévios que possibilitem um inventário, estudo e protecção da informação científica concernente à antiga ocupação do território.

Vessants, arqueología i cultura oferece serviços de Estudos de Impacte Ambiental que, partindo de uma primeira fase de prospecção e inventário, desenvolve uma outra fase de cumprimento das medidas de protecção estabelecidas nas declarações de impacte ambiental.

METODOLOGIA DE ESTUDIO

Situação de referência

•  Caracterização patrimonial da área em análise
•  Recolha bibliográfica e documental e consulta de plantas de ordenamento do território.
•  Recolha de testemunhos orais.
•  Consulta das Bases de Dados Oficiais.
•  Análise cartográfica, topográfica e toponímica.
•  Prospecção em meio terrestre, onde se inclui as áreas mais sensíveis (que são devidamente assinaladas) identificadas na bibliografia específica, pela análise topográfica e toponímica e/ou pela prospecção sistemática, com especial atenção às zonas onde se detectam relevantes elementos arqueológicos, com o objectivo de delimitar áreas de elevado potencial arqueológico e respectivos perímetros de protecção.
•  Descrição e representação cartográfica das condições de visibilidade dos solos, nos casos descritos no parágrafo anterior.
•  Localização cartográfica, à escala 1: 25.000 e à escala do projecto, dos sítios/áreas com interesse patrimonial localizados nas zonas afectadas directa ou indirectamente pela obra, com identificação das respectivas coordenadas geográficas, das áreas de dispersão/concentração dos restos arqueológicos detectados à superfície e com elementos de identificação micro-toponímica e de localização administrativa
•  Descrição pormenorizada dos sítios com valor patrimonial, incluindo elementos relativos à funcionalidade do sítio, estado de conservação, época e contexto histórico.
•  Listagem dos imóveis inventariados, com referência ao respectivo decreto de classificação.
•  Entrega dos elementos de caracterização dos sítios, em fotografia e/ou desenho à escala.
•  Elaboração de listas hierarquizadas de acordo com a importância científica dos sítios identificados.

Análise dos Impactos Patrimoniais

•  Análise de previsíveis impactos directos na zona de afectação e de impactos indirectos nos limites exteriores da zona de afectação directa.
•  Descrição dos impactos previsíveis sobre os locais de interesse patrimonial, em particular no que se reporta ao seu carácter, importância, duração, reversibilidade e área de influência.
•  Avaliação, quantificação e hierarquização dos impactos identificados, sempre tendo em conta critérios devidamente definidos e fundamentados.
•  Avaliação de impactos residuais.
•  Avaliação de impactos acumulados.

Medidas de Minimização e Potencialização

•  Identificação das medidas de minimização dos impactos negativos e de potencialização dos impactos positivos para as fases de construção, exploração e desactivação.
•  Identificação das medidas de gestão com vista à minimização de impactos.
•  Definição das metodologias de aplicação das medidas propostas.

 

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.